Espaço Aberto

Como fazer uma caça ao tesouro com o Capitão Currupaco Paco

por desafio terça-feira, 10 de julho de 2018

Toda criança ama uma boa caça ao tesouro, não é mesmo?
Além de ensinar muitas coisas para os pequenos, como trabalho em equipe, raciocínio lógico e agilidade, a caça ao tesouro pode deixar as crianças ocupadas por horas.
Pensando nisso, resolvemos chamar um especialista e convidamos o nosso querido Capitão Currupaco Paco para dar algumas dicas de como organizar uma brincadeira saudável e divertida.

 

Confira

 

  1. Local

Uma caça ao tesouro pode ser organizada em praticamente qualquer lugar, desde uma casa até um apartamento, mas tente sempre dar prioridade a locais amplos e propícios para se colocar pistas e deixar a brincadeira ainda mais legal.

Lembre-se de checar se há algum objeto pelo trajeto que possa machucar as crianças, afinal, não seria nada legal se alguém se machucasse durante a brincadeira, não é mesmo?

 

 

  1. Pistas

Solte a criatividade na hora de criar as pistas. Elas são parte essencial do jogo, portanto, na hora de criá-las, vale abusar de charadas, rimas, quebra-cabeças e até palavras cruzadas.

Aproveite para pensar em todo o processo e como interligar as pistas, bem como planejar onde elas serão escondidas.

Não se esqueça de sempre levar em consideração a idade dos participantes. Uma criança que não sabe ler, por exemplo, pode receber pistas desenhadas, ao invés de escritas.

 

  1. Tema

Para deixar a brincadeira mais legal ainda, acrescente um tema. Pode ser um filme ou até mesmo um tema culinário.
Use sua imaginação para entreter os pequenos com um tema incrível e a brincadeira vai ficar ainda mais interessante.

 

  1. Tesouro

Chegou a grande hora de pensar no principal da brincadeira: o tesouro.

Vale a pena caprichar nessa parte, afinal, após tanto trabalho, a recompensa tem que ser algo incrível, não é mesmo?

Pode ser um presente, um bolo ou moedinhas de chocolate −, as possibilidades são infinitas. Solte sua criatividade e pense em coisas que as crianças realmente iriam gostar de encontrar.

 

 

Para finalizar, lembre-se de que a brincadeira deve ter o papel de divertir acima de tudo, portanto, tente não torná-la difícil demais.
Montar duplas ou times pode facilitar o processo e incentivar as crianças a interagirem entre si, trabalhando em equipe para concluir um objetivo em comum.

 

 

E aí, gostou das dicas?

Faça sua própria caça ao tesouro e conte para nós como foi!

comentários